HOMENAGEM AO C. R. VASCO DA GAMA

O RESGATE E A CONSERVAÇÃO DA MEMÓRIA DE UM GRANDE CLUBE FAZEM DO SEU PASSADO UM EXEMPLO E INCENTIVO PARA NOVAS CONQUISTAS.
ESTE BLOG PRESTA UMA HOMENAGEM AO CLUB DE REGATAS VASCO DA GAMA E A TODOS OS COLECIONADORES QUE GUARDAM COM CARINHO A MEMÓRIA E AS GLÓRIAS DE UM DOS MAIORES CLUBES DE TODOS OS TEMPOS, ATRAVÉS DA DIVULGAÇÃO DE IMAGENS DO ESTÁDIO DE SÃO JANUÁRIO E ACERVO PARTICULAR.
NÃO PERCA, TODA A SEMANA, NOVAS IMAGENS SOBRE COLEÇÕES, ANTIGUIDADES E CURIOSIDADES DO C. R. VASCO DA GAMA.
SEJA UM MEMBRO SEGUIDOR DO MAIOR ACERVO DE COLECIONISMO VASCAÍNO.
O QUE ERA BOM, FICOU AINDA MELHOR.
BEM VINDO, ENTRE... A CASA É SUA!

quarta-feira, 22 de novembro de 2017

Cofrinho da Apex - Vasco


Cofrinho da caderneta de poupança APEX, da série "Clubes Cariocas", com o hino e bandeira do Club de Regatas Vasco da Gama.
Acervo Almanak do Vasco

Caderno de Recortes


Da esquerda para a direita: Eli do Amparo, Augusto da Costa, Ademir Meneses, em 1951, o Vasco derrotou o Peñarol por 3 x 1, em Montevidéu, lavando a alma do torcedor brasileiro, goal de Ademir (foto).
Caderno com recortes de jornais e revistas de época sobre o Club de Regatas Vasco da Gama.
Acervo Almanak do Vasco

Mas agora eu bem que gostaria de estar lá


Impedido de jogar em Portugal, Peres veio para o Vasco ainda com bom futebol e sua experiência para oferecer.

MAS AGORA EM BEM QUE GOSTARIA DE ESTAR LÁ

Por se sentir-se escravizado dentro de uma estrutura que tudo garante aos clubes e nada aos jogadores, Peres resolveu parar de jogar. A salvação foi mesmo o Vasco.

O torcedor desavisado tinha a impressão que o Vasco, com a contratação de Peres, havia aumentado sua longa lista de jogadores que chegam ao clube como salvadores da pátria e somem sem deixar rastros. Afinal, Fernando Peres da Silva é um jogador de 30 anos, que há um ano havia encerrado sua carreira para iniciar-se na profissão de técnico de futebol. Para completar o quadro, sua estréia era sempre anunciada e, depois, inexplicavelmente adiada.
Essa péssima imagem durou até aos 12 minutos do primeiro tempo do jogo contra o Tiradentes, em Teresina, no dia 15 de maio. Depois de uma tabelinha com Luís Carlos, Peres chutou da entrada da área na última gaveta de Toinho. 
O gol isolado deu dois pontos ao Vasco e a imagem de Peres começou a mudar.
Matéria publicada na revista PLACAR Nº 220 de 7 de junho de 1974.
Acervo Almanak do Vasco

segunda-feira, 20 de novembro de 2017

Esporte Ilustrado Nº 399 de 1945



Edição comemorativa da revista ESPORTE ILUSTRADO Nº 399 de 29 de novembro de 1945. C. R. VASCO DA GAMA - 1898/1945 CAMPEÃO INVICTO!
Acervo Almanak do Vasco

Pôster Vasco


Pôster central da revista PLACAR Nº 167 de 25 de maio de 1973.
Em pé: Andrada, Paulo Cesar, Renê, Alcir, Moisés e Alfinete.
Agachados: Jorge Carvoeiro, Zanata, Dé, Ademir e Luiz Carlos.
Acervo Almanak do Vasco

Paysandú 1 x 2 Vasco (5/11/2003)


Ingresso de arquibancada do jogo realizado entre Paysandú x Vasco no
estádio Leônidas Castro (Curuzu), pelo Campeonato Brasileiro em
5 de novembro de 2003.
Acervo Almanak do Vasco

domingo, 19 de novembro de 2017

Enquete Nº 2

QUE TIPO DE PREMIAÇÃO ERA OFERECIDA AOS JOGADORES DO VASCO, PELAS VITÓRIAS NO FUTEBOL ?

RESPONDA SE FOR CAPAZ!
ESCOLHA UMA DAS 4 OPÇÕES, NO QUADRO AO LADO DIREITO,
EMBAIXO DE SEGUIDORES.

RESPOSTA NO PRÓXIMO SÁBADO DIA 25.
BOA SORTE!

Perspectivas de São Januário


Imagem em perspectiva da arquibancada com vista para a piscina do parque aquático do complexo esportivo de São Januário.
Fotografia Edson Vilar - Novembro de 2017.

sábado, 18 de novembro de 2017

Resposta da Enquete Nº 1

Vasco e Flamengo se uniram para jogarem, com a camisa rubro-negra, em 23 de dezembro de 1955, contra o combinado dos times argentinos Racing e Independiente, em homenagem ao ex-presidente do C. R. Flamengo, GILBERTO CARDOSO, que sofrera, semanas antes, um enfarte fatal, após a decisão do Campeonato Carioca de Basquete.

Troféu General Bento Ribeiro


Troféu ao vencedor, do páreo GENERAL BENTO RIBEIRO, regata realizada em 
7 de setembro de 1912. Em exposição na sala de troféus de São Januário.
Fotografia Edson Vilar

De olho no Lance! - Brasileirão 2017



33ª RODADA
Quinta-feira, 9 de novembro de 2017
SANTOS 1 X 2 VASCO
VIROU BACALHAU
Santos sai na frente no placar na Vila Belmiro, mas Vasco, com dois belos gols, consegue a virada fora de casa.
Acervo Almanak do Vasco

Raul da Silva Campos


RAUL DA SILVA CAMPOS
(1915 - 1926 - 1932)

Busto do presidente do Club de Regatas Vasco da Gama que inaugurou em 1927 o estádio de São Januário.
Fotografia Edson Vilar 

sexta-feira, 17 de novembro de 2017

Panorâmicas de São Januário


Imagem panorâmica do placar eletrônico, tendo ao fundo o gramado e arquibancadas do estádio de São Januário.
Fotografia Edson Vilar - Novembro de 2017.

Foi destaque... na Revista do Esporte!


VASCO TEM NÔVO GOLEADOR

ALTAMIRO QUER MOSTRAR QUE VALE MILHÕES

Altamiro, nôvo ponta-de-lança contratado pelo Vasco da Gama, disse à R. E. do seu firme propósito de continuar sendo ascensorista do Banco de Crédito Real de Minas Gerais, onde já trabalhava antes mesmo de começar, oficialmente, sua carreira de jogador.
- A profissão de jogador de futebol (falou êle) é muito ingrata e eu penso sempre no pior, embora não seja pessimista. Hoje posso estar muito bem, mas ninguém pode dizer como será o dia de amanhã. Quero continuar trabalhando no Banco, a menos que o Vasco dê o contra.
Contou Altamiro tôda a história que aconteceu ao seu ingresso no elenco vascaíno:
- Quando voltei do Sul-Americano da Bolívia, fui procurado pelo Sr. Nélson de Almeida, ex-diretor de futebol do São Cristóvão. Disse-me que dois clubes se mostraram interessados na minha compra: a Portuguêsa de Desportos e o Botafogo, de Ribeirão Prêto. Adiantou que o Botafogo chegara a propor a troca do seu goleiro Pompéia e mais uma compensação financeira, mas não disse quanto. O São Cristóvão preferiu aguardar um pouco, para ouvir a palavra do Vasco da Gama, que era quem estava com a prioridade para me contratar.
Matéria publicada na REVISTA DO ESPORTE Nº 229 de 27 de julho de 1963.
Acervo Almanak do Vasco

quinta-feira, 16 de novembro de 2017

Figurinha Craques de Ouro 1986


Figurinha Nº 115 do ÁLBUM CRAQUES DE OURO de 1986, do jogador Mazinho do Club de Regatas Vasco da Gama.
Acervo Almanak do Vasco 

Pôster Série Campeões - Vasco


A HISTÓRIA DESDE 1898 ATÉ O TRI DE 1994


O CLUBE QUE ACABOU COM O PRECONCEITO

Imagine um lugar onde apenas rapazes brancos e ricos pudessem jogar futebol. Se você acha estranho, este era o retrato do Brasil desde que o futebol começou a ser praticado por aqui, em 1894, até meados deste século.
Nenhum clube ousava lançar um negro em seu time. A única exceção era Arthur Friedenreich, um mulato de olhos verdes, filho de pai alemão e mãe brasileira, que jogou até na Seleção, mas que não admitia possuir sangue negro.
Em 1923, entretanto, um clube subiu à Primeira Divisão do futebol carioca desafiando todo o preconceito existente. Era o Club de Regatas Vasco da Gama. Fundado em 21 de agosto de 1898, o clube seguia a tradição portuguesa da miscigenação.

Pôster Série Futebol - VASCO Edição 111 da TRAMA EDITORIAL LTDA.
Acervo Almanak do Vasco

Campeonato do Rio de Janeiro 1979


Ele comandou o América contra os vascaínos

A VITÓRIA DE CÉSAR, O NOVO CONQUISTADOR DO MARACANÃ

No juvenil, ele se tornou artilheiro e mostrou que tem futebol. No time de cima, assumiu a condição de líder e já está a merecer a atenção dos responsáveis pela Seleção brasileira. Na partida do último domingo, quando seu time derrotou o Vasco, César comandou a vitória desde o princípio.

ABEL foi um dos jogadores que mais reclamaram da arbitragem, especialmente depois do gol anulado de Paulinho. "Esse bandeirinha Júlio César Consenza já anulou vários gols do Vasco e ninguém toma providência" - dizia o jogador no vestiário e pedia ao presidente Agatirno Gomes que o vetasse.


Sem Dinamite, o Vasco não explode. E assim, no Maracanã, domingo passado, o time não foi nem sombra da força que é. O América, comandado por César, venceu por 2 a 1. E com um gol de cabeça - coisa já comum (e inexplicável) na alta defesa vascaína. A surpresa, na última rodada do Rio, foi a goleada do Flu no Niterói.
Matéria publicada na revista MANCHETE ESPORTIVA Nº 88 de 20 de junho de 1979.
Acervo Almanak do Vasco

quarta-feira, 15 de novembro de 2017

Enquete Nº 1

O COMBINADO FLAMENGO E VASCO 
JOGARAM CONTRA O COMBINADO RACING E INDEPENDIENTE 
EM HOMENAGEM AO ?

FALTAM DOIS DIAS PARA ENCERRAR A VOTAÇÃO.
RESPONDA A PERGUNTA... SE FOR CAPAZ!

MARQUE A SUA RESPOSTA NA COLUNA Á DIREITA, ABAIXO DOS SEGUIDORES.
RESULTADO SÁBADO DIA 18.

Arquivo Fotográfico


Fotografia de arquivo de jornal dos anos 50, dos jogadores da equipe do Club 
de Regatas Vasco da Gama, durante os treinos e preparação física, no gramado do estádio de São Januário.
Acervo Almanak do Vasco

Almirante - Salve Vasco!


ALMIRANTE - Desenho dos anos 40 do caricaturista argentino Lorenzo Molas, mascote do Club de Regatas Vasco da Gama.
Acervo Almanak do Vasco

Robertão 70 - Vasco


A CRISE QUE QUASE MATOU OS CAMPEÕES

O Vasco, campeão carioca de 70, está vivendo uma das maiores crises de sua história: os jogadores sentem a falta de Bonetti, revoltam-se contra a falta de dinheiro, há algumas brigas internas. E o mais importante: o time não ganha.

O Vasco perdeu seis jogos seguidos (não ganhou nenhum depois de se tornar campeão carioca por antecipação), atrasou o pagamento do prêmio pela conquista do título, tem mais de Cr$ 1.000.000,00 de dívidas, ficou sem seu supervisor, capitão Bonetti, e chegou a anunciar que colocaria o passe de Alcir, Silva e outros à venda.
A enfermaria do Vasco está cheia de jogadores machucados e a macumba do massagista Santana parece que perdeu o efeito. Tanto que se fala no clube sôbre sua demissão, muito breve. O time, tão frio e disciplinado no Campeonato, perdeu a cabeça e, em cinco jogos do Robertão, teve quatro jogadores expulsos.
Matéria publicada na revista PLACAR Nº 32 de 23 de outubro de 1970.
Acervo Almanak do Vasco

terça-feira, 14 de novembro de 2017

Almofada da Silk Esportes Ltda


Almofada de espuma com capa plástica da SILK ESPORTES LTDA, dos anos 70, com o distintivo do Club de Regatas Vasco da Gama.
Acervo Almanak do Vasco

Caderno de Recortes


FOTO 1
Nascimento, Jau, Villadoniga, Florindo, Figliola, Orlando Fantoni e Zarzur (os sete primeiros foram as estrelas do time nas primeiras fases do profissionalismo.

FOTO 2
Em 49, a força estava no ataque com Nestor, Ademir, Heleno, Maneca e Chico.

Caderno com recortes de jornais e revistas de época sobre o Club de Regatas Vasco da Gama.
Acervo Almanak do Vasco

De olho no Lance! - Brasileirão 2017



32ª RODADA
Segunda-feira, 6 de novembro de 2017
VASCO 1 X 1 VITÓRIA
NÃO FOI DESSA VEZ!
Vasco não vai bem e empata com o Vitória no Maracanã. Cruz-Maltino desperdiça chance de G7 nesta rodada.
Acervo Almanak do Vasco 

segunda-feira, 13 de novembro de 2017

Panorama Esportivo


















Imagens da partida realizada entre Vasco 1 x 1 São Paulo, no estádio de São Januário, pela 34ª rodada do Campeonato Brasileiro em 12 de novembro de 2017.
Fotografias Edson Vilar 

Pôster Vasco Campeão Invicto de 1945


Pôster central da revista ESPORTE ILUSTRADO Nº 399 de 29 de novembro de 1945, da equipe do Club de Regatas Vasco da Gama, campeã invicta.
Acervo Almanak do Vasco

Botafogo 1 x 1 Vasco (19/2/1995)


Ingresso de arquibancada do jogo realizado entre Botafogo x Vasco no estádio do Maracanã, pelo Campeonato Estadual em 19 de fevereiro de 1995.
Acervo Almanak do Vasco

Revista Vasco Nº 1 de 1994


Edição da revista VASCO - Órgão oficial de informação do Club de Regatas Vasco da Gama. Nº 1 de janeiro/fevereiro de 1994.
Capa: RETROSPECTIVA 1993.
Acervo Almanak do Vasco

domingo, 12 de novembro de 2017

Panorâmicas de São Januário


Imagem panorâmica das arquibancadas, cabines de rádio e refletores do estádio de São Januário.
Fotografia Edson Vilar - Novembro de 2017.

Como foi creada a Secção de Football

Em meiados do anno de 1914, no Real Grandeza F. C., um grupo de rapazes, tendo á frente Alvaro Nascimento Rodrigues, mais conhecido por "Cascadura", resolveu, considerando a estadia dos portuguezes no Rio de Janeiro, a convite do Botafogo F. C., fundar então um club exclusivamente de elementos da colonia.
Havendo uma reunião na séde da rua do Acre, seguida de outras mais, resolvemos então fundar o Luzitania Sport Club, cujo uniforme era o mesmo adoptado hoje pelo Vasco da Gama, com a differença de que, em vez da Cruz de Malta, tinha a esphera armilar com o escudo portuguez.
A sua vida inicial animou bastante os novos elementos, que, tempos depois, puderam fazer a acquisição de antigo campo do turf carioca na estação de Mangueira, onde então fez sua praça de sports.
Dois annos decorreram-se de glórias, consecutivas e, com a animação sempre crescente, foi se reforçando de novos elementos, de certo valor, como os irmãos José e Luiz Vieira, dos quaes o segundo tinha figurado com successo no scratch portuguez, e tambem de outro elemento como seja Adriano Telles, back, que a bem pouco tempo disputou pelo Benfica, e Adão Antonio Brandão, Joaquim Pires, Fróes da Cruz e Manoel de Oliveira e muitos.
Almejando este novel club, maior progresso, pois muito embora já tivesse acostumado a partidas amistosas com o Paysandú, Fluminense, Villa Isabel, Flamengo, Palmeiras e o extinto Guanabara e muitos outros, resolveu então pedir filiação à Liga Metropolitana, o que não foi concedido, em virtude do dispositivo que nos seus estatutos só permittia a entrada de associados de nacionalidade portugueza.
Mais tarde, então, attendendo ao sempre crescente progresso de suas hostes victoriosas, e não podendo ingressar no meio que merecia, resolveu fundir-se com o club da Cruz de Malta.
No dia 11 de novembro de 1915, fiel á expansão do desejo de seus associados, o Luzitania fez enviar perante a directoria, tres representantes, afim de deliberarem sob a desejada fusão.
Trocadas varias propostas, sobre o assunto, ficou assentada uma assembléa geral extraordinária para o dia 24 do mesmo mez.
Era então presidente do Club de Regatas Vasco da Gama, o senhor Raul da Silva Campos, que actualmente preside o club.
Reunida a assembléa que devia ligar os laços destes dois valentes clubs, sob a presidencia do Sr. Alberto Carvalho e Silva, e secretariada pelos Srs. José da Fonseca Junior e Alfredo Braga, respectivamente 1º e 2º secretarios, foi feita a assembléa, que nomeou uma commissão para dar parecer sobre a proposta-fusão, commissão esta composta dos Srs. Joaquim Pereira Balthazar Junior, Alberto Carvalho e Silva e Albano Pereira da Fonseca.
Não podendo proseguir a assembléa na segunda parte dos trabalhos, foi então feita a continuação no dia 26 do mesmo mez e ahi apresentado pela commissão o parecer que approva o acto da directoria, mandando fazer a fusão. Em sessão de directoria de 1º de dezembro, foram então arrolados os bens do extinto club pelos Srs. Nelson Ribeiro e Ernesto Alves Junior.
Eis pois, como foi creada a secção esta que tem elevado o club, a occupar o papel de "leader" do sport brasileiro.

Extraído da revista POLYANTHÉA VASCAINA de 1927.
Acervo Almanak do Vasco

sábado, 11 de novembro de 2017

Troféu do Campeonato Brasileiro de Karatê


Troféu conquistado em 1º lugar no Campeonato Brasileiro de Karatê, categoria KATA masculino, pela equipe do Club de Regatas Vasco da Gama, realizado em Brasília no ano de 1999.
Em exposição na sala de troféus de São Januário.
Fotografia Edson Vilar

De olho no Lance! - Brasileirão 2017


A LAMENTAR!

Frustante!
Flamengo e Vasco fazem jogo truncado e não saem do zero no Maracanã. Rubro-Negro perde a chance de abrir no G7, enquanto o Cruz-Maltino segue em oitavo e pode ter desfalques. Antes da partida, organizadas voltam a entrar em confronto. Veja os detalhes.



31ª RODADA
Domingo, 29 de outubro de 2017
FLAMENGO 0 X 0 VASCO
SOBROU FRUSTAÇÃO
Flamengo e Vasco mostram empenho, mas ficam no zero e ambos saem do Maracanã lamentando placar.
Acervo Almanak do Vasco